Solstício

Solstício.jpg

Há religiões de paz

E religiões de guerra

Não vi nenhuma capaz

De trazer a paz à terra

 

A paz não é negócio

A guerra gera milhões

Suficiente para o ócio

À custa das multidões

 

Não prevejo equinócio

Nem subsequentes verões

Capazes de gerar mudança

 

Nem criação dum consórcio

Aglutinador de religiões

Criador de paz e esperança.

publicado por poetazarolho às 00:10 | link do post