Presente(mente)

Presente(mente).jpg

A loucura consciente

Habitante do meu ser

Está a passos de demente

Quantos não posso dizer

 

Vou andando como gente

Multidão vejo crescer

Num processo deprimente

Mas parecem não saber

 

Recebem entusiasmadas

O que estamos a oferecer

Expressando gratidão

 

E assim descompensadas

Venha de lá o que vier

Nunca mostram rejeição.

publicado por poetazarolho às 15:20 | link do post