Preenchido

 

É meu povo meu país

O medo não me assiste

Venho ouvir o que diz

Não serei eu quem desiste

 

Já desce o desemprego

Já afunda o submarino

Estamos aqui sem apêgo

É um sonho de menino

 

Comandar uma armada

Ou conduzir o destino

Desta enorme nação

 

Até posso ficar sem nada

Mas este povo latino

Preenche-me o coração.

publicado por poetazarolho às 23:03 | link do post | comentar