Os proventos

Os proventos.jpg

Psicopatas para o mundo

Porque no mundo existem

Desejo de morte é profundo

E por isso nunca desistem

 

Bomba, kalash ou camião

Tudo serve os seus intentos

Mesmo sem que haja explosão

Obtêm elevados proventos

 

Contam pedaços espalhados

Entranhas da humanidade

Que antes seriam d'amor

 

Mas agora esquartejados

São apenas contabilidade

Dos proventos do terror.

publicado por poetazarolho às 23:04 | link do post