O animal

 

Já não existe oposição

Quem ordena é o capital

Mas transmite a impressão

De que tudo é normal

 

Lançando a divergência

Mas apenas mascarada

Controla com consistência

O rumo desta manada

 

Lança muita confusão

Mas  descobre a verdade

Debate-a até à exaustão

 

Na rádio e televisão

Disseca esta realidade

Para gáudio do povão.

publicado por poetazarolho às 23:10 | link do post