Nozes in hell

Nozes.jpg

São os deuses do inferno

Que agigantam sua voz

Para todos é inverno

Esses todos somos nós

 

Neste mundo tão moderno

Que não lembra aos avós

Domina um amargo interno

Como o podre de uma noz

 

Que ao consumir-te um dente

Consome a vontade de amar

Apesar dum fogo imenso

 

Olhas mas não vês gente

Falas tanto sem escutar

Nada é mas parece intenso.

publicado por poetazarolho às 23:31 | link do post | comentar