Novas conquistas

 

Português é imigrado

Desde a nossa fundação

Primeiro como cruzado

Cumprindo a sua missão

 

Mais tarde conquistador

Muito além do horizonte

Fez-se ao mar, navegador

Não houve quem o afronte

 

Depois veio a opressão

Passou fronteiras a salto

Bidonville o seu destino

 

Agora em gestação

Num país em sobressalto

Emigra ainda pequenino.

publicado por poetazarolho às 20:07 | link do post | comentar