Em Marte

Em Marte.jpg

“Que irá impor-lhe essa vida...”

Muito além da Taprobana

Ainda não está esclarecida

Limitação p’rá vida humana

 

Nem tão pouco definida

Se a origem é marciana

Por isso a nova corrida

Que Marte não nos engana

 

Chegados ao planeta carmim

E virando logo à direita

Por certo veremos a luz

 

E se acaso não fôr assim

Há um marciano à espreita

Que à verdade nos conduz.

publicado por poetazarolho às 11:11 | link do post