Dias em fumo

Dias em fumo.jpg

“De guardar nenhum bocado...”

Nem sequer um bocadinho

Pois sinto-me tão tocado

Não acerto no caminho

 

É a ouro debruado

Em fusão neste cadinho

Que em frente vai de lado

Que de lado vai sozinho

 

Já não sei pra onde ia

Já não sei sequer se vou

Indeciso pr’aqui estou

 

Leve um ano ou um dia

Esse dia não chegou

E o ano já se esfumou.

publicado por poetazarolho às 22:59 | link do post | comentar