Desconto

Desconto.jpg

Sociedade do desconto

Que não te desconta nada

Apenas faz de ti um tonto

Com a vida ensarilhada

 

No bolso muitos talões

Na cabeça o frenesim

Fazes contas aos tostões

Já que o mês não tem fim

 

Chega casa e organiza

Essa múltipla papelada

Pois não tens contabilista

 

És o próximo da lista

Com a vida paralisada

Pois o desconto martiriza.

publicado por poetazarolho às 18:09 | link do post