Das bestas

 

O país para o passado

Pelo constitucional

Está a ser arrastado

De forma irracional

 

O governo empenhado

Em não nos deixar mal

Tem o percurso estudado

P’ra levantar o moral

 

Pagar tudo ao mercado

Com saquinhos de sal

Que é produto nacional

 

E com o credor salgado

O rating será bestial

Das bestas em Portugal.

publicado por poetazarolho às 15:55 | link do post