Austeridades

Austeridades.jpg

Austeridade com ética

Servida a quem de direito

Austeridade poética

E isenta de defeito

 

Austeridade musical

Tocada em ré menor

Austeridade sensacional

Quando vista em pormenor

 

Austeridade querida

Dos anais da economia

Nascida p’ra nos brindar

 

Com o melhor desta vida

Só assim se explicaria

O ter vindo p'ra ficar.

publicado por poetazarolho às 01:08 | link do post | comentar