Aumenta

Aumernta.jpg

A produtividade aumenta

Sendo que na razão inversa

Não diminui a conversa

E tem cérebro que rebenta

 

O coitado logo se senta

Enquanto o olhar dispersa

Ligando-se à via transversa

Com sorriso tolo na venta

 

E a galáxia mais produtiva

Deste tão belo universo

De tão anafada e luzidia

 

Colocou os seres à deriva

Pois com peso em excesso

Esmagou quem não devia.

publicado por poetazarolho às 23:54 | link do post