Au Portugal

Au Portugal.jpg

Aqui está um Portugal

Que não anda de feição

Parece estar tudo mal

À roda num turbilhão

 

Eu resido num mural

Eu sou dono da bandeira

Viva o nosso país natal

Três vivas à bandalheira

 

Assim a caravana passa

Assim ladra a canzoada

Neste cortejo sem fim

 

Uns puseram mão na massa

Outros ficaram sem nada

E a história termina assim.

publicado por poetazarolho às 22:21 | link do post | comentar