Aleluia

 

Auge da espécie humana

Estamos prestes a celebrar

Celebramos de forma ufana

Este crescimento sem par

 

Cresce assim a economia

Acumula-se tanta riqueza

Celebramos com alegria

Até esquecemos a pobreza

 

Dos espíritos milionários

Que nos guiam ao paraíso

Fruto da imensa bondade

 

São os poucos visionários

Que ocultam o prejuízo

E nos vendem a liberdade.

publicado por poetazarolho às 21:51 | link do post