Fado da TSU

 

Vive numa rua cinzenta

É prima da austeridade

Aquela taxa violenta

E cheia de ambiguidade

 

Os ministros justificam

O porquê desta medida

Que agora simplificam

Mas é uma causa perdida

 

Ai taxa tu que és social

Não nos leves o sustento

Escuta a maioria na rua

 

O povo está a passar mal

Pode tornar-se violento

E não é por culpa sua.

publicado por poetazarolho às 21:26 | link do post | comentar