Quem nos salva

 

Draghi o novo salvador

Da Europa em turbilhão

O que fará este senhor

Senão ir ao beija-mão

 

Tanto economista sabedor

Emitindo douta opinião

Mas nenhum saiu doutor

P’ra curar esta recessão

 

Com prognóstico reservado

Necessita duma transfusão

E não de tanto cinismo

 

Não vejo ninguém habilitado

Para esta exigente missão

De nos salvar do abismo.

publicado por poetazarolho às 23:13 | link do post | comentar