O doutor e o amigo

 

Um sábio comentador

Da política reformado

Que por acaso é doutor

Está muito bem instalado

 

Todos escutam o que diz

Vende conselhos a peso

No perfil sobressai o nariz

Anda sempre bem vestido

 

Já propõe remodelações

Para o governo da nação

Eu cá também lhe digo

 

Os conselhos são canções

Que transportam a emoção

De uma cunha p’ró amigo.

publicado por poetazarolho às 19:03 | link do post | comentar