Logicamente

 

Este era o grupo da morte

Não nos conseguiram matar

É preciso alguma sorte

E sobretudo saber jogar

 

Se a lógica é uma batata

Temos que desconfiar

E para que nenhum nos bata

Temos sempre que marcar

 

Mais golos que o adversário

Mas também saber perder

Pois no jogo há o corolário

 

Para que um possa vencer

Torna-se sempre necessário

No final alguém sofrer.

publicado por poetazarolho às 22:29 | link do post