Debitar

 

Quem vive de outputs

Cedo acaba por secar

E quem vive de inputs

Acabará por se afogar

 

O equilíbrio é preciso

Como em tudo na vida

Para se manter o juízo

Ao longo desta corrida

 

Antes de falar, escutar

Muitos ecos e vozes

Vai ajudar-te a crescer

 

Também te vai preparar

E sem atitudes ferozes

Vida consegues defender.

publicado por poetazarolho às 23:27 | link do post | comentar