A última panaceia

 

Para salvar a economia

Só falta a contingência

Do plano feito num dia

Pró reino da displicência

 

Em breve estará concluído

Para a nossa salvação

Eu até já tinha ouvido

O ministro em oração

 

Angela nossa que estais

N’Alemanha toda poderosa

Vossa vontade de novo

 

Seja feita por nós serviçais

Enquanto a via dolorosa

É imposta ao nosso povo.

publicado por poetazarolho às 22:51 | link do post | comentar