Expansão da mente

 

Uma nova ideia na mente

Provoca a sua expansão

Einstein não se apoquente

Que a malta também não

 

A malta anda demente

No meio desta confusão

E de forma permanente

Tem a mente em contracção

 

Que de tanto a mente abrir

Às novas ideias aprovadas

Mente acaba por se confundir

 

E o corpo só leva porradas

Tantas que acaba por expandir

Mente expande é com pauladas.

publicado por poetazarolho às 18:44 | link do post