Implosão


Votes em quem votares
Na mesma tudo vai ficar
Melhor será mudar d’ares
Isto aqui vai-nos matar

A democracia implodiu
Ficou à mercê de ladrões
E agora foi o que se viu
Vêm oferecer-nos milhões

A nossa honra foi vendida
Está ao rubro a demagogia
Fruto de enorme acefalia

Está na hora da despedida
Pois votarmos significaria
Aturá-los por mais um dia.
publicado por poetazarolho às 09:12 | link do post | comentar