Mais além

Mais além.jpg

Quem não trabalha e come

Come sempre o pão de alguém

Saciado e já sem fome

Vai de fugida também

 

E todos com seu bom nome

Tentam chegar mais além

Só que alguns com sobrenome

Papam tudo o que convém

 

Assim permitem outros tantos

Ficando o povo a chuchar

Na velha e já sêca têta

 

Uns se desfazem em prantos

Outros param a ajuizar

Dando ao povo a chupeta.

publicado por poetazarolho às 21:52 | link do post | comentar | ver comentários (1)