Domingo, 30.12.18

Sem sentidos

Sem sentidos.jpg

“Na versão dos distraídos”

Vamos sempre assobiando

Não vemos os corrompidos

Nem os que estão roubando

 

Marchamos sem alaridos

Porque nos querem marchando

Já não temos cinco sentidos

Porque nos foram amputando

 

Das funções sensoriais

E agora dão-nos chocolate

E muito fogo de artifício

 

Dois sentidos é demais

Um sentido é para abate

Quando cais ao precipício.

publicado por poetazarolho às 15:22 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Desmuros

Desmuros.jpg

Que os muros irão cair

Não tenhamos ilusão

Mas podem todos dormir

Pois não é neste serão

 

Talvez num que há-de vir

Sem sabermos a razão

Veremos esses muros ruir

Ou sucumbam por implosão

 

Todavia podemos implodir

Sem necessitar autorização

Outros muros em construcção

 

Para que a mente se possa abrir

Aos muros que então se farão

Sejam eles de pedra ou não.

publicado por poetazarolho às 03:43 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Dezembro 2018

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
19
21
22
23
24
27
28
29

subscrever feeds

blogs SAPO