Quinta-feira, 11.10.18

Encandeados

Encandeados.jpg

“Do brilho que vem de espelhos”

Devemos sempre desconfiar

Pois alguns podem estar velhos

Ou existir p’ra nos enganar

 

De outros saltam coelhos

Engalanados e a discursar

Outros reproduzem conselhos

Que bem podemos dispensar

 

Mas o brilho a alguns ofusca

Bem como o seu tilintar

Que os ilude na passada

 

Pois quem o brilho busca

Por norma deixa-se encandear

E depois não vê a estrada.

publicado por poetazarolho às 21:43 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Boa onda

Boa onda.jpg

“Também são vida, Poeta!”

Também é vida a poesia

Triste de quem não detecta

Essa ou outra qualquer via

 

Que para a vida acarreta

Um estado de sintonia

Com tudo o que emana

Boa onda dia a dia

 

Seja a onda herteziana

Seja a onda gravitacional

Qualquer onda com fulgor

 

Não há onda leviana

Não há onda intencional

Sim à onda do amor.

publicado por poetazarolho às 13:48 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em Marte

Em Marte.jpg

“Que irá impor-lhe essa vida...”

Muito além da Taprobana

Ainda não está esclarecida

Limitação p’rá vida humana

 

Nem tão pouco definida

Se a origem é marciana

Por isso a nova corrida

Que Marte não nos engana

 

Chegados ao planeta carmim

E virando logo à direita

Por certo veremos a luz

 

E se acaso não fôr assim

Há um marciano à espreita

Que à verdade nos conduz.

publicado por poetazarolho às 11:11 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Outubro 2018

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
31

subscrever feeds

blogs SAPO