Terça-feira, 31.10.17

Inteligência artificial

Inteligência artificial.jpg

Escravo de máquinas sou

De robots também serei

Já que me sinto robot

Com estes conviverei

 

Sua inteligência sobejou

Da artificial eu bem sei

Assim nunca mais faltou

Não sou burro pois comprei

 

Mais fácil ser inteligente

Quando a estiverem a saldar

Nos saldos do fim de estação

 

Ainda hei-de ver muita gente

Quando a inteligência esgotar

Que de burros não passarão.

publicado por poetazarolho às 00:04 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 19.10.17

Barba e poesia

Barba e poesia.jpg

Isto é um piano de cauda

Sem cauda não existiria

Sua música não defrauda

Se faço a barba à poesia

 

Existe até quem aplauda

Se a música não se ouvia

Assim a música se frauda

Pois a barba não podia

 

Barbeado com todo o jeito

P’lo barbeiro de Sevilha

Sente-se a música no peito

 

Enquanto a tecla dedilha

Fica um barbeado perfeito

Corre a lâmina na patilha.

publicado por poetazarolho às 06:28 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 17.10.17

Chamas vivas

Chamas vivas.jpg

No pacto com o demónio

Vão oferecer-te o paraíso

Usufruirás dum património

Sem seres rei do prejuízo

 

Nestas águas revoltosas

Existem os reis superiores

Donos de todas as prosas

São quem distribui favores

 

Recriam as chamas vivas

Oferecem mil ilusões

Onde nada poderá ruir

 

Mas nas horas decisivas

Serão donos dos milhões

Que usaram p’ra te iludir.

publicado por poetazarolho às 23:34 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Outubro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

subscrever feeds

blogs SAPO