Segunda-feira, 03.07.17

Atónitos

Atónitos.jpg

Temos um Coelho atónito

E um Costa que se eclipsou

Sente-se por ambos vómito

Quem governa e governou

 

Sente-se o país a afundar

Na imensa maré desgovernada

Para o peditório não querem dar

Antes deram e não deu em nada

 

Sente-se um presidente entalado

Pois a fabulosa maré cavalgou

Sem perceber a origem remota

 

Dum país cedo mergulhado

Numa euforia que se instalou

Após a vitória que o derrota.

publicado por poetazarolho às 21:25 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sem coração

Sem coração.jpg

Foi o povo ao MEO arena

Para angariar um milhão

Surge uma luta obscena

“Devia ser minha a gestão”

 

É gostosa a gestão do pote

Aquele que contem o mel

A tragédia deu o mote

Mas o espectáculo tem fel

 

Quem partiu, respeitemos

Quem ajudou, acarinhemos

E poupemos na encenação

 

Por todos, o mel não lambemos

Senão nem sequer merecemos

Vir munidos dum coração.

publicado por poetazarolho às 06:53 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Julho 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
16
17
19
20
22
23
24
25
26
28
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO