Quinta-feira, 31.12.15

Ano velho

Ano velho.jpg

Vem aí um ano novo

Velho já no conteúdo

Para ilusão dum povo

Renovada no entrudo

 

A alma foi penhorada

P'ró esqueleto salvar

No fim sobrou a ossada

De quem não pôde emigrar

 

São votos que se repetem

Paz, saúde e alegria

Mas até isso é penhorado

 

Logo a seguir prometem

O nascer do novo dia

Onde tudo será melhorado.

publicado por poetazarolho às 21:31 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 30.12.15

Gula

Gula.jpg

As armas e os barões

Foram perdendo poder

Só pode quem tem milhões

Os outros ambicionam ter

 

Quem não tem, não tem viver

Vai contando os tostões

E tentando não morrer

Assim pagando aberrações

 

A quem vive faustosamente

Lá no interior da fortaleza

Que o sistema ergueu

 

Esses milhões certamente

Serão a gula da nobreza

Já que o povo não comeu.

publicado por poetazarolho às 23:10 | link do post | comentar | ver comentários (9)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Dezembro 2015

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

subscrever feeds

blogs SAPO