Devaneios

Devaneios.jpg

Se buscas a felicidade

Então aceita primeiro

Em acto de solidariedade

Este pote com dinheiro

 

P’ra suprir a necessidade

Custear algum devaneio

Acompanhado de austeridade

Não como fim, mas um meio

 

Para atingir derradeiro fim

Desvalorizar capital humano

Capital financeiro valorizar

 

Agora sabemos é assim

Metal tornou-se soberano

Apenas ele pode governar.

publicado por poetazarolho às 22:37 | link do post | comentar | ver comentários (3)