Sábado, 13.09.14

Preenchido

 

É meu povo meu país

O medo não me assiste

Venho ouvir o que diz

Não serei eu quem desiste

 

Já desce o desemprego

Já afunda o submarino

Estamos aqui sem apêgo

É um sonho de menino

 

Comandar uma armada

Ou conduzir o destino

Desta enorme nação

 

Até posso ficar sem nada

Mas este povo latino

Preenche-me o coração.

publicado por poetazarolho às 23:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Recomeço

 

A pergunta compreender

Será demasiado exigente

Mais fácil será responder

Sem escutar nada da gente

 

Somos povo p'ra espremer

Não creio que seja diferente

Enquanto a gente ceder

A tanta proposta indecente

 

Novo começo é possível

Mas sem esta humanidade

Toda conspurcada de sangue

 

É cada vez mais previsível

A explosão e luminosidade

Resultante do novo big bang.

publicado por poetazarolho às 01:06 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Setembro 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
16
17
20
22
24
25
26
29

subscrever feeds

blogs SAPO