Segunda-feira, 04.08.14

Tudo novo

 

Haverá muitos milhões

Dizem para o banco novo

Ficam livres os ladrões

Quem fica preso é o povo

 

Haverá um buracão

Dizem para o banco mau

Que sofre de intoxicação

Por ter snifado o cacau

 

O fundo de resolução

Abonará todo o capital

A que obriga a solução

 

Dizem sem apoio estatal

Ainda muitos se queimarão

No verão quente em Portugal.

publicado por poetazarolho às 00:16 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Sábado, 02.08.14

Bem tratados

 

Núcleo de supervisão

Buraco não detectou

Foi enorme o trambolhão

Mas ninguém se magoou

 

Estudada à exaustão

Solução não tardou

O estado deu a mão

E ninguém se afundou

 

Retomada a navegação

Normalidade regressou

Aos mares desta nação

 

A que sempre navegou

Estando o vento de feição

Ou quando o povo pagou.

publicado por poetazarolho às 06:58 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Agosto 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
17
19
20
22
24
25
27
29
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO