Estado de ansiedade

 

Um degrau é conquista

Em cada manifestação

Até que o povo resista

Ao estado de excepção

 

Não há solução à vista

Agarra, agarra que é ladrão

A menos que de roubar desista

Muitos e muitos morrerão

 

Para alimentar a certeza

Dum estado prepotente

Que não sente a realidade

 

Actua com tal frieza

Colocando toda a gente

Neste estado de ansiedade.

publicado por poetazarolho às 23:34 | link do post | comentar | ver comentários (5)