Espírito Santo

 

Eu brinco aos pobrezinhos

Tenho o chinelo rasgado

Sinto as pedras dos caminhos

Tenho o estômago colado

 

Sinto o calor no verão

Sinto o frio no inverno

E se aqueço o coração

É porque esqueço o inferno

 

Espírito santo ilumina

Este caminhar sofrido

Pleno de chagas e picos

 

Que esta alma pequenina

Apenas te faz um pedido

Protege também os ricos.

publicado por poetazarolho às 18:11 | link do post | comentar | ver comentários (5)