Afonso

 

Afonso Henriques fundador

Pr’a que fundaste Portugal

Transformado neste horror

Deves estar a passar mal

 

Pensa melhor desta vez

E devolve mas é o condado

Desiste de ser português

Da Ibéria faz-te cruzado

 

Parte pelo mundo afora

Filipes te recompensarão

Evitas-nos esta condenação

 

De povo que o destino chora

Serás dum povo em aclamação

Por mui nobre e sábia decisão.

publicado por poetazarolho às 01:53 | link do post | comentar | ver comentários (1)