Mau estado

 

O governa é soberano

É deixá-los governar

Depois ao cair do pano

Vamos de novo votar

 

Após essa votação

Matilha volt’atacar

E fica-nos a impressão

De que nada irá mudar

 

Há o estado de graça

Mas tem que se pagar

Há o estado de desgraça

 

Que estamos a suportar

E isto tudo não passa

Estado e povo vão ficar.

publicado por poetazarolho às 20:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)