Assalto à vida

 

Vens por poucas horas

Mas te digo são demais

Nossas vidas tu devoras

Então porque não te vais

 

Então porque não te calas

Dizia o rei muito bem

Dispensamos tuas falas

E tuas receitas também

 

Quinto império vencerá

IV Reich é maldição

Vai de retro satanás

 

Não és bem-vinda por cá

Nem queremos a aflição

Da nova câmara de gás.

publicado por poetazarolho às 23:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)