Troika nossa

 

Vai dizendo a troika nossa

Iremos sempre mais além

Sem que culpa seja vossa

Contribuam como convém

 

Não sabemos se causa mossa

Mas se estão vivos, estão bem

Aguentam austeridade grossa

E o plano B já lá vem

 

Assim vamos esvaziando

Todo o vosso rendimento

Mas sempre a bem da nação

 

Cá nos vamos apaparicando

Na cantina do parlamento

Mas só com ovas de esturjão.

publicado por poetazarolho às 16:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)