Manifestação comercial

 

Manifestação é fogo

Que arde sem se ver

Meu povo foi a jogo

Este jogado p’lo poder

 

É o poder que não se vê

Quem manda não aparece

Hoje passa a rodos na têvê

E amanhã já se esquece

 

Teremos nova austeridade

Nesta loucura prometida

Que nos arrasta em espiral

 

E p’rá semana na cidade

A manifestação já decidida

Será no centro comercial.

publicado por poetazarolho às 18:58 | link do post | comentar | ver comentários (1)