Cigarras de Portugal


De errado em Portugal
Só vejo os portugueses
Que sabem gerir-se mal
E a culpa é dos chineses

Chegaram os milhões
D’Europa muito amiga
Não entro em discussões
Mas foi encher a barriga

Recebemos agora a factura
Não se investiu na produção
Fomos cigarra, bela cantiga

Folia é boa enquanto dura
E agora que mudam a canção
Vejo cigarras e nenhuma formiga.

publicado por poetazarolho às 12:50 | link do post | comentar | ver comentários (2)