Tachistas


Volta a acesa discussão
Dos políticos da nação
São as papas pr’a bebés
Mas será que tu não vês

Que nos governam c’os pés
Por mais votos que lhes dês
Não sobe a consideração
Somos a carne pr’a canhão

Torna-te num emigrado
Com o patrocínio oficial
Sabes o que é qu’eu acho

Que o secretário de estado
Não deve ser levado a mal
Por querer manter o tacho.
publicado por poetazarolho às 11:18 | link do post | comentar | ver comentários (1)