Ele e a sua sombra


Andam loucos por cobrar
Nestes dias de incerteza
Até quando irá durar ?
A malta está quase tesa

Era pró Natal é pra mim
Transportes venha a nós
Na electricidade é assim
Não tomamos banho sós

Este pântano é bem maior
Do que os antes falados
Do inferno se fará céu ?

Não creio, está bem pior
Ficaremos todos atolados
Então e o louco sou eu ?
publicado por poetazarolho às 15:30 | link do post | comentar | ver comentários (1)