O meu iate


O meu iate é maior que o teu
Eu sou o maior da minha rua
Ninguém é mais rico do que eu
Minha mansão é maior qu’a tua

Sou dono da dívida soberana
Desse teu pequeníssimo país
Sim é uma situação desumana
Mas dançam como sempre quis

Eu sou o dono da orquestra
Sou o dono do piano de cauda
Maestro faz parte da equipagem

Tudo isto constitui a trave mestra
Dum sistema que não me defrauda
Onde todos me prestam vassalagem.
publicado por poetazarolho às 12:15 | link do post | comentar | ver comentários (2)