Um certo país


Além do papel olhar
Ou até do formulário
Custa a muito otário
Impresso vem a calhar

Preenche tudo certinho
Olha a vírgula e o ponto
Por favor não sejas tonto
Deixa aí um dinheirinho

Prometemos a apreciação
Do teu caso sim senhor
E se por acaso és doutor

Num mês terás a decisão
Mas se fores um pé rapado
Então podes esperar sentado.
publicado por poetazarolho às 16:04 | link do post | comentar