Bruxaria

 

É de vassoura na mão

Qu’a bruxa empertigada

Dá a todos uma lição

Correndo-os à vassourada

 

Pois vendo a podridão

Da situação que foi criada

Uns a tudo lançam mão

A outros sobra quase nada

 

Pr’a lutar só a bruxaria

Neste reino sem sentido

Com história tão trágica

 

Pode ser que assim um dia

Se recupere o senso perdido

Com uma boa poção mágica.

publicado por poetazarolho às 22:07 | link do post