Novo circo

 

Começou o novo circo

Dizem lá do parlamento

Ou seria o novo ciclo

Um e outro eu lamento

 

Porque só o palhaço rico

Se aproveita do momento

Mas do outro lado me fico

Não quero ser instrumento

 

Nem a soldo de milhões

Dos muitos que pr’aí há

Aguardamos por explicações

 

Vamos alimentando os leões

Mentiras são verdades já

Pressentimos os trambolhões.

publicado por poetazarolho às 00:55 | link do post | comentar