Oásis

 

Meu reino por um camelo

Qu’isto há muito secou

Ninguém escuta o apelo

Por isso de camelo vou

 

Um outro oásis procurar

Vaguearei pelo deserto

Na esperança d’encontrar

Um camelo aqui por perto

 

Camelos não encontrarei

Apenas por grande azar

Pois há muito que sei

 

Que nesta terra sem lei

Há camelos a governar

Como eles me governarei.

publicado por poetazarolho às 00:09 | link do post | comentar