Saltimbancos


Eu gosto da democracia
Mas a dita anda ausente
Já não representam a gente
Mas apenas a partidocracia

Se não nos deixam sonhar
Não vos deixaremos dormir
Democracia real há-de vir
Nós continuamos a gritar

Nossos sonhos vão continuar
Não cabem nas vossas urnas
Por isso não iremos votar

Ou votaremos em branco
Não em propostas taciturnas
Nosso futuro é saltimbanco.
publicado por poetazarolho às 16:00 | link do post | comentar