Ilusionismo

 

Vou-vos baixar o imposto

Ainda sem o ter subido

É que estou bem disposto

Têm um prémio merecido

 

Mas não se habituem mal

Pois vão ver em Janeiro

Logo a seguir ao Natal

Olhem o recibo primeiro

 

Vão ver que esta descida

Será no vosso salário

Porque a enorme subida

 

Da dívida desta nação

Não permite o contrário

Só permite esta ilusão.

publicado por poetazarolho às 19:12 | link do post | comentar