Domingo, 10.11.19

O outro lado da esperança

O outro lado da esperança.jpg

A idade não tem idade

Limites nem supressões

Não assassina a mocidade

Veste sempre de calções

 

Tanto passeia p'la cidade

Vilas, aldeias, sensações

Não procura uma verdade

Tem verdades aos milhões

 

Não se limite ao infinito

Ou aos ventos de mudança

Mais além sempre voará

 

Não porque esteja escrito

No outro lado da esperança

Onde mil emoções sentirá.

publicado por poetazarolho às 15:39 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 09.11.19

Mundo imperfeito

Mundo imperfeito.jpg

Dança em mim fogo que chora

Percorrendo todo o meu ser

Queima por dentro e por fora

Fogo que arde sem se ver

 

Se acaso se extingue agora

Desta dança o que irá ser

Por isso o meu ser implora

Arda inteiro até morrer

 

Que o espírito comandará

Qualquer sinapse imperfeita

Deste universo profundo

 

Outras mais impulsionará

E da matéria mais insuspeita

Brotará imperfeito mundo.

publicado por poetazarolho às 02:08 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 29.10.19

Verdadinha

Verdadinha.jpg

Democracia está matando

Ponto morto é corrupção

E o povo segue cantando

Com essa nova impressão

 

De que algo está mudando

Mesmo que não mude não

Não se sabe até quando

Morta que está a revolução

 

Melhor se cultivar letrando

Fazer nascer a realidade

Em cada verso da canção

 

Não pode morrer esperando

Que mude a nossa cidade

Se não muda a civilização.

publicado por poetazarolho às 21:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 28.10.19

Urgentemente

Urgentemente.jpg

É urgente a eternidade

Neste espaço confinado

Vencer a ambiguidade

Matar o lado cansado

 

Embrenhar-se na cidade

Como osso abocanhado

Ver brotar a felicidade

Dum parente revoltado

 

Permanecer vigilante

Muito além da Taprobana

Isto parece-me Camões

 

Mas por fim a cada instante

Ser eterno por uma semana

Sem recusar intromissões.

publicado por poetazarolho às 23:09 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 26.10.19

Mundo Dior

Mundo Dior.jpg

Se habitas o mundo cão

Faz-te ao mar como Diogo

Manda erguer o teu padrão

Numa arriba lá p'ró Togo

 

Se habitas na civilização

Podes escolher outr'epílogo

Não esqueças a animação

Usa sempre muito fogo

 

Não necessitas justificação

Tudo pode arder ao redor

Pois representa a evolução

 

P'ra outro mundo em fusão

Novo mundo de esplendor

Que nem se põe em questão.

publicado por poetazarolho às 05:24 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 14.10.19

Panteão da humanidade

Panteão da humanidade.jpg

Ei mundo por onde vais

Entre cravo e ferradura

Todos somos animais

Mas alguns cavalgadura

 

Dentre nós os imortais

Onde a memória perdura

Todos juntos e muito mais

Cavam fundo a sepultura

 

Consciências amarfanhadas

Partem em busca da verdade

Num evangelho sempre  novo

 

Memórias assim gravadas

No panteão da humanidade

Com letras a ferro e fogo.

publicado por poetazarolho às 22:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 08.08.19

ASP forever

ASP forever.jpg

O discurso está ausente

Roubado pela emoção

Flui na nossa una mente

Um pulsar de gratidão

 

Nunca abaixo de excelente

Unânimes na atribuição

Não poderia ser diferente

Quando vem do coração

 

Acima de tudo a mente

Comandante desta união

Que nunca almejou o ouro

 

E um amor consequente

Dia a dia na preservação

Deste infindável tesouro.

publicado por poetazarolho às 22:33 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 06.08.19

Sintonias

Sintonias.jpg

Se a vergonha existiria

Eu estaria envergonhado

Mas nada de mal se veria

Pois olhara pró outro lado

 

E que bons sonhos teria

No mundo assim dourado

Onde a miséria adormecia

Permanecendo eu acordado

 

Mea culpa não emergiria

Pois de nada sou culpado

Sendo apenas espectador

 

Estando todos em sintonia

Se há alguém dessintonizado

Esse alguém carrega a dôr.

publicado por poetazarolho às 14:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 31.07.19

Zanshin

Zanshin.jpg

Teu corpo está truncado

Nesse processo vigente

Não escutes o seu recado

Mais um pouco vai em frente

 

Mantém-te alerta e focado

Relaxado mas consciente

Do que se passa ao teu lado

E de um modo permanente

 

Não esperes um resultado

Que seja muito diferente

Se estiveres desligado

 

Do resto da tua gente

Vai muito além do quadrado

Nunca limitando a mente.

publicado por poetazarolho às 11:00 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 12.07.19

Pra navegar

Pra navegar.jpg

Este tempo são muitos tempos

Todos nascidos pra navegar

Entre vagas e contratempos

Em todos eles existe lugar

 

Neste tempo d’entretempos

De a bom porto acostar

Entre lazer e passatempos

Sempre podemos assim pensar

 

E não sendo universal

Pois existe a relatividade

Se olvidares a equação

 

Se algum tempo te quis mal

Olvida-te da agressividade

Mas não olvides o coração.

publicado por poetazarolho às 22:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Novembro 2019

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

subscrever feeds

blogs SAPO