Quinta-feira, 08.08.19

ASP forever

ASP forever.jpg

O discurso está ausente

Roubado pela emoção

Flui na nossa una mente

Um pulsar de gratidão

 

Nunca abaixo de excelente

Unânimes na atribuição

Não poderia ser diferente

Quando vem do coração

 

Acima de tudo a mente

Comandante desta união

Que nunca almejou o ouro

 

E um amor consequente

Dia a dia na preservação

Deste infindável tesouro.

publicado por poetazarolho às 22:33 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 06.08.19

Sintonias

Sintonias.jpg

Se a vergonha existiria

Eu estaria envergonhado

Mas nada de mal se veria

Pois olhara pró outro lado

 

E que bons sonhos teria

No mundo assim dourado

Onde a miséria adormecia

Permanecendo eu acordado

 

Mea culpa não emergiria

Pois de nada sou culpado

Sendo apenas espectador

 

Estando todos em sintonia

Se há alguém dessintonizado

Esse alguém carrega a dôr.

publicado por poetazarolho às 14:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 31.07.19

Zanshin

Zanshin.jpg

Teu corpo está truncado

Nesse processo vigente

Não escutes o seu recado

Mais um pouco vai em frente

 

Mantém-te alerta e focado

Relaxado mas consciente

Do que se passa ao teu lado

E de um modo permanente

 

Não esperes um resultado

Que seja muito diferente

Se estiveres desligado

 

Do resto da tua gente

Vai muito além do quadrado

Nunca limitando a mente.

publicado por poetazarolho às 11:00 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 12.07.19

Pra navegar

Pra navegar.jpg

Este tempo são muitos tempos

Todos nascidos pra navegar

Entre vagas e contratempos

Em todos eles existe lugar

 

Neste tempo d’entretempos

De a bom porto acostar

Entre lazer e passatempos

Sempre podemos assim pensar

 

E não sendo universal

Pois existe a relatividade

Se olvidares a equação

 

Se algum tempo te quis mal

Olvida-te da agressividade

Mas não olvides o coração.

publicado por poetazarolho às 22:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 01.07.19

Inconsequente

Inconsequente.jpg

“Que o não vi de forma igual”

Pois senti algo diferente

Foi um apelo intencional

Bem nutrido e permanente

 

Que apelava ao fim do mal

Para alojar em cada mente

Foi julgado inconstitucional

Pois seria deprimente

 

Sem mal não haveria o bem

Faces da moeda corrente

Fruto da nossa existência

 

Agora já existe também

Duma forma consistente

Existir sem consequência.

publicado por poetazarolho às 14:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 30.06.19

Sangue, suor e riso

Sangue suor e riso.jpg

Fortes neblinas matinais

Cérebro não encontrado

Muito lixo nos quintais

Deste mundo hipotecado

 

Todos não somos demais

Mas é fraco o resultado

Em estatísticas surreais

O sucesso foi explicado

 

Mas o parco entendimento

Da natureza subjacente

Deveu-se à falta de juízo

 

Não houve descontentamento

No futuro não será diferente

Haverá sangue, suor e riso.

publicado por poetazarolho às 18:08 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 15.06.19

Pedaço de nós

Pedaço de nós.jpg

Pedaço de nós arrancado

Numa atroz mutilação

Todo um sonho sonhado

Perdido na escuridão

 

Coração estilhaçado

Faz pequena a razão

Dum futuro inacabado

Que amplifica a solidão

 

Na fraqueza haverá força

Nascerão outras razões

Ainda que impere a dôr

 

Mesmo que já não se ouça

A união dos corações

Não deixa morrer o amor.

publicado por poetazarolho às 18:08 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 08.06.19

Mais além

Mais além.jpg

Quem não trabalha e come

Come sempre o pão de alguém

Saciado e já sem fome

Vai de fugida também

 

E todos com seu bom nome

Tentam chegar mais além

Só que alguns com sobrenome

Papam tudo o que convém

 

Assim permitem outros tantos

Ficando o povo a chuchar

Na velha e já sêca têta

 

Uns se desfazem em prantos

Outros param a ajuizar

Dando ao povo a chupeta.

publicado por poetazarolho às 21:52 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 03.06.19

Tempo infinito

Tempo infinito.jpg

É loucura não aproveitar

Um bom momento presente

É assim como estar ausente

E nunca aprender a voar

 

É como não beber o mar

Que nos pode abrir a mente

Recusar de forma insistente

O que só devíamos amar

 

Mas no tempo ainda há

Tempo pra no tempo parar

Em infinita contemplação

 

E tudo o que o tempo nos dá

Já não nos poderá roubar

Se o tempo é de fruição.

publicado por poetazarolho às 23:42 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 01.05.19

Insustentável

Insustentável.jpg

Já não consigo chorar

O riso sai-me torcido

E na hora de amar

Pena não ter sofrido

 

Já na hora de gritar

Pena não ter sido ouvido

Na hora de navegar

Pena não haver partido

 

Esta a leveza do ser

Por não haver certeza

De lhe ter pertencido

 

E se uma certeza houver

É a insustentável leveza

Do contrapeso vencido.

publicado por poetazarolho às 22:35 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Agosto 2019

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO